quarta-feira, 31 de março de 2021

ELES DISSERAM E/OU CANTARAM

.
(31.03)


.Van Morrison:
'Bring It On Home To Me' .................... Aqui.
................
.Playing For Change - 
Grandpa Elliot:
'Sugar Sweet' ........................................ Aqui
'Fannie Mae' ......................................... Aqui.


.DCM - Live das 5:
Advogado perseguido pela Lava
Jato conta tudo ..................................... Aqui.

.Reinaldo Azevedo:
O É da Coisa .......................................... Aqui.

.Esquerdão News - Leo Stoppa:
"Esquadrão da morte" .......................... Aqui.

.Boa Noite 247:
Repercussões do dia: a análise
de Dilma Rousseff .................................. Aqui.

.Luis Nassif:
Ditadura militar, página infeliz
da nossa história .................................... Aqui.

.O Essencial:
Leonardo Boff, o golpe e os 4 mil
mortos por covid em 24 horas ............... Aqui.

.Paulo A Castro:
Após fracasso do golpe Bolsonaro 
detona seu ministro da Saúde ................ Aqui.
Defesa de Lula concluiu devassa 
nas mensagens da Lava Jato ................. Aqui.

................
.Atila Iamarino  -  Pandemia:
Ainda Vai Demorar ................................ Aqui.

OLD CARTOON


Kayser.
(Em algum lugar do passado).

PARA QUEM A PANDEMIA INTERESSA


"Depois que o Brasil passou da marca rotineira dos mais de 3.000 mortos diários por Covid, tornando-se o líder mundial da pandemia e ameaça planetária, está claro que o lockdown pouco funciona, da forma como vem sendo adotado. E que, para os políticos, a questão da saúde pública é mais uma peça-chave para a próxima disputa eleitoral do que uma preocupação real.

A guerra das vacinas se tornou o palco central da busca por popularidade, seja para o presidente Jair Bolsonaro, seja para os governadores, ou mesmo para o ex-presidente Lula, egresso literalmente das masmorras, oferecendo-se novamente como um miraculoso salvador.

A realidade, porém, segue sua marcha. Está nos ônibus e trens lotados por todos aqueles que, apesar da decretação forçada de feriados, do fechamento do comércio, do toque de recolher e outras medidas, continuam a ir para o trabalho, simplesmente porque sem isso não terão o que comer, indiferentes às encenações. 

Há pouca solução real para o povo brasileiro, e não é de hoje. No Brasil, a história se repete, da forma mais triste, e com as piores consequências. Para dar um exemplo, no Século XVII a então colônia foi assolada por uma pandemia de varíola, que matou sobretudo os índios, na época a maior parte da população, como conto no livro A Criação Do Brasil (1600-1700). A primeira onda das “bexigas” não atingiu os portugueses, mas dizimou cerca de 30 mil índios e negros em dois ou três meses na Capitania de Todos os Santos, pela estimativa do padre José de Anchieta.    

No ano seguinte, novo surto da doença espalhou-se por toda a colônia. Somente em Salvador e no Recôncavo, da população indígena de 80 mil pessoas, restaram cerca de 8 mil. Sem mão de obra, a agricultura foi abandonada e faltou comida. Os índios que sobraram ficaram numa miséria tal que se ofereciam como escravos em troca de “um prato de farinha”. “Diziam que lhes pusessem ferretes, que queriam ser escravos”, relatou Anchieta. De acordo com o padre Simão de Vasconcelos, alguns “se alugavam para servir toda a vida ou parte dela”, ou “vendiam filhos que geraram e até os que não geraram, fingindo que eram seus”.

Lembro a história porque ela mostra bem como as epidemias influenciam no futuro da sociedade. Desde essa época, os brasileiros se acostumaram à figura do “agregado”, um trabalhador que vivia dentro da casa do patrão, servia-o, mas não ganhava salário. Considerava-se um favor lhe dar serviço, lugar para dormir e o que comer. O agregado servia a vida inteira praticamente de graça ao seu patrão, e ainda devia ser grato pela acolhida e a convivência com a família. Desde então, não existe nem nunca existiu interesse real em salvar e dar dignidade ao brasileiro. Na história da nossa elite, o importante é mantê-lo a seu serviço a preço baixo ou nenhum. E a pandemia serve ao nosso capitalismo selvagem como as “bexigas” do século XVII. Rebaixa o trabalhador a pedinte, mais uma vez.

Enquanto não houver dignidade para o cidadão brasileiro, com educação, saúde, salário digno, a vida será sobrevivênciaE o Brasil não será uma nação a se respeitar. Todo movimento de políticos que se mostram a serviço do povo, dentro do regime democrático, soam como populismo e demagogia – isto é, mera manipulação. No fundo, procuram apenas manter-se no poder, protegendo interesses próprios, à custa da miséria alheia.

É o que nos distancia dos países desenvolvidos, onde o cidadão tem força e dignidade. Aqui, os políticos e empresários, com poucas e gratas exceções, se tornaram uma casta vampiresca, que resiste aos tempos. E não percebem que, ao manter o país no atraso, num mundo que progride rapidamente em todos os sentidos, estão condenando a si mesmos também à morte, de maneira inexorável."



(De Thales Guaracy, texto sob o título "Para quem a pandemia interessa", publicado no site Poder 360 - Aqui

"A guerra das vacinas se tornou o palco central da busca por popularidade, seja para o presidente Jair Bolsonaro, seja para os governadores, ou mesmo para o ex-presidente Lula, egresso literalmente das masmorras, oferecendo-se novamente como um miraculoso salvador."

Seguimos atentamente as análises levadas a efeito por muitos, e o articulista é um deles. Permitimo-nos divergir dele quanto ao acima exposto. Os governadores somente se mobilizaram em busca de vacinas quando diante da omissão - melhor dizer  indiferença - do poder central. Quanto ao ex-presidente Lula, deveria ter dito não aos apelos de tantos que a ele recorreram, como o Consórcio de Governadores do Nordeste? Deveria o Lula desprezar o know how conquistado quando no BRICS?). 

OLD CARTOON


Santiago.
(Em algum lugar do passado). 
................
.Bom Dia 247 (31.03) - Attuch / PML / Dafne / Solnik / Reinaldo:
Ditadura Nunca Mais ...................................................... Aqui.

MOBILIZAÇÃO NACIONAL: FRACASSA PROJETO DE LEI QUE AMPLIAVA PODERES DO PODER EXECUTIVO


Sid. 
................
.UOL - Aqui. "Oposição cita 'tentativa de 
golpe' em PL...".
."Que nada. É apenas uma 'Reação
Cívica', não tão recente assim":
.Maio 2020 - Explicação Decreto-lei - 
Marcos D. F. Oliveira .................................................... Aqui
"E eu, coitado, que estou há 33 anos
estudando a Constituição, só agora sou
informado de que o disposto no 'caput'
do artigo 102 da CF não existe: 'Compete ao
Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a
guarda da Constituição (...)'"! 

SERIOUS CARTOON


Angel Boligan. (México). 
................
.Brasil, 30.03:
3.688 mortos em 24h; 86.704 casos.

EUA, REDE PÚBLICA DE RÁDIO: 'BRASIL PARECE O PIOR LUGAR DO MUNDO'

.
O Estado de São Paulo, o mais rico da Federação, registrou 1.209 mortes por Covid-19 em 24h, enquanto 115 de seus municípios (1/4 de seus 645) informaram que a falta de oxigênio para os pacientes é ameaça real, trágica e iminente. Quantos doentes estão nas filas de UTI, quantos leitos estão ociosos por falta de médicos e enfermeiros, de equipamentos médicos? E se o governador do estado não tivesse adotado por conta própria (o que este Blog questionou e agora reconhece que errou ao fazê-lo) os entendimentos com empresa e governo chinês visando à Coronavac?!
O Brasil pode não ser o pior lugar do mundo, mas certamente agiu de forma negligente, irresponsável mesmo, no combate à pandemia - o que agora, cheio de dedos, tenta minorar.
................


Por Antonio Mello

A frase estava na chamada da NPR, rede pública de rádio dos Estados Unidos, enquanto enumerava trechos de reportagens de grandes veículos de imprensa relatando o que se passa no país sob o governo de destruição e morte de Bolsonaro. 
O Washington Post publicou mais uma extensa reportagem, agora com os médicos que vêm escolhendo os brasileiros que vão morrer e viver.

Na primeira cena, uma cama vagou num hospital de Florianópolis e a médica precisou escolher, junto à ambulância, um entre 15 doentes, para salvar. "Não sei como isso vai me afetar", disse ela.

Segundo o jornal, além de vagas e oxigênio, "agora o país está ficando também sem médicos". Eles que em muitos casos, nas últimas semanas, passaram a "bombear pulmões manualmente, com válvulas de silicone".

Noutra cena, em Fortaleza, um médico relatou a escolha que precisou fazer, entre um jovem na casa dos 20 anos e uma mulher com perto de 90. Só um deles poderia ser entubado e "o mais jovem tinha uma chance maior de sobreviver".

O médico agora tem pesadelos. "Vê pacientes pelos corredores. Vê um jovem chorando sobre o corpo de sua mãe, que havia infectado depois de ir a uma festa."

Noutra, um médico de Manaus mostrou as mensagens em seu telefone, como "Meu tio precisa de uma cama" ou "Conte sobre minha esposa. Nós temos dois filhos".

Mas ele já não sente empatia, só irritação. "Quem não precisa de alguma coisa?" [Folha, Nelson de Sá]

É o que já está acontecendo. Os médicos e toda a equipe multidisciplinar que atende aos pacientes de COVID estão exaustos e muitos realmente perdendo a paciência. Pois saem de plantões exaustivos e dolorosos, às vezes contando mortos, e chegam às ruas e encontram gente que, incentivada por Bolsonaro, parece viver num outro planeta, sem pandemia, sem necessidade de medidas restritivas, uso de máscara, vivendo como se não houvesse amanhã, sem perceber que aquele homem exausto do outro lado da rua, a quem ele não dirige a atenção no momento, pode estar diante dele amanhã enfiando goela abaixo um tubo para tentar salvá-lo da própria estupidez e irresponsabilidade. 
 
Não é para irritar qualquer um?
 
Escrevi aqui diversas vezes, mas não canso de repetir: enquanto Bolsonaro for presidente a pandemia não terá fim no Brasil, pois ele é seu principal agente contagiante. -  (Fonte: Blog do Mello  -  Aqui).

terça-feira, 30 de março de 2021

ELES DISSERAM E/OU CANTARAM

.
(30.03)


.Mart'Nália:
'Novo Normal' ......................................... Aqui.
................
.Avalon Jazz Band:
'Que Reste-t-il de nos amours?' .............. Aqui
'Y'a d'la joie' ............................................ Aqui.


.TV 247 - Cortes 247:
Lewandowski: Vou ao 247 várias 
vezes ao dia, até como contraponto
à mídia convencional ................................ Aqui.

.Reinaldo Azevedo:
O É da Coisa .............................................. Aqui.

.Boa Noite 247:
Três comandantes militares entregam
cargos; Bolsonaro 'inquieto' ..................... Aqui.

.Esquerdão News - Leo Stoppa:
Autogolpe ou ditadura .............................. Aqui.

.Luis Nassif:
O Brasil caminha para o estado de sítio?  Aqui.

.O Essencial:
Segue o golpe tabajara .............................. Aqui.

.Paulo A Castro:
Seguem-se as manifestações contra
o povo brasileiro ....................................... Aqui.

................
.Mundo Desconhecido:
Eventos misteriosos que deixaram os
cientistas intrigados .................................. Aqui.
.Lair Ribeiro:
Por que a vitamina D3 é tão louvada? ..... Aqui.

ATTRIBULATED CARTOON

                  (Ernesto Araújo Caiu Atirando Debaixo D'água)

Bruno Aziz
................
.Bom Dia 247 (30.03) - Attuch / Auler / Dafne / PML / Solnik:
O novo governo Bolsonaro ............................................ Aqui.

A ESPERANÇA REMOVE MONTANHAS


Stephane Peray. (Tailândia).

LETRAS NO CAMINHO (E UM CARTUM ANTOLÓGICO)


"
A frase mais contundente da carta de demissão do ministro da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva – 'preservei as Forças Armadas como instituições de estado' - dá a entender o motivo de sua saída. 

Bolsonaro queria usar as Forças Armadas como instituições em defesa de seu governo.

E ele não concordou.

A nomeação de Anderson Torres para o ministério da Justiça é mais um sinal de guinada mais à direita ainda, cuja consequência deverá ser uma enxurrada de processos contra críticos do governo.

Bolsonaro se sentiu acuado pelo centrão e resolveu reagir mostrando suas garras.

Quer se cercar dos aliados mais fieis para impedir o fim de seu governo a todo custo.

Nem que seja preciso colocar tanques na rua.

Mas tanques não matam coronavírus."




(De Alex Solnik, no site 'Jornalistas Livres', conforme Brasil 247 - Aqui.

Uma vez que este Blog aprecia as artes gráficas, incluindo ilustrações, caricaturas e cartuns, a leitura da frase que arremata o texto - 'Mas tanques não matam coronavírus' -, a despeito da gravidade do momento político, remeteu nossa memória a um cartum concebido por um amigo cartunista, que partiu em fevereiro:

Tacho.

A propósito do notável cartunista, sugerimos a leitura de 'Partiu o cartunista Gilmar Tatsch, o Tacho' - Aqui -, publicado em 11.02.21).

ADENDO AO FLAGRANTE POSITIVO DA SEMANA QUE PASSOU


O Diálogo Em Voga

"Certamente, diante da desmoralizante suspeição do senhor Moro, está ele desabilitado para voos mais altos...".

"Considerando o comportamento da mídia, notadamente Rede Globo, de oferecer  amplo espaço para o ex-juiz da Lava Jato mesmo após sua incontestável condenação junto à Segunda Turma do Supremo, franqueando-lhe a palavra sem qualquer contraponto, qualquer contraditório, eu, diante de sua afirmativa, me limito a dizer: Há Controvérsias, Amigo, Há Controvérsias!  -  (Post publicado neste Blog em 29.03  -  Aqui).

................
Adendo (Em 30.03)

A mídia sempre foi ciosa de sua isenção; há organizações que se vangloriam de observar um código de ética, que orientaria sua atuação.

Fixemo-nos na Globo: o ex-ministro e ex-juiz federal Sérgio Moro perdeu a condição de juiz, na expressão da palavra, em face de crimes praticados enquanto julgador do ex-presidente Lula, por ele impedido de exercitar seus direitos políticos. 

Pois bem, a despeito de a decisão da Segunda Turma do Supremo - contrária ao senhor Moro - ser terminativa (ou seja, ser irrevogável pelo pleno do STF), a Globo vem concedendo generoso espaço ao senhor Moro em cada um de seus informativos, nos quais ele se exibe ao grande (e leigo!) público alinhando argumentos falaciosos contra itens que embasaram a decisão de seus 'algozes', indiferente ao fato de, na prática, estar a agredir a Constituição Federal (que, por exemplo, nunca deixou margem a dúvidas quanto aos requisitos para a determinação da condução coercitiva). Chega até ao desplante de dizer, sobre atos que autorizou, que "se fosse nos Estados Unidos esses procedimentos não causariam nenhuma estranheza" - como se a nação brasileira fosse composta por idiotas e imbecis ignaros, desconhecedores dos mais comezinhos princípios de Direito e diretrizes constitucionais.

A propósito, uma vez que cabe ao STF a guarda da Constituição (preâmbulo do artigo 102), deveria o Supremo ser instado a pedir direito de resposta â Globo, no mesmo tempo e nos mesmos noticiosos, de sorte a desagravar a Constituição em face das agressões que o ex-juiz da Lava Jato, por palavras e/ou omissões, assacou contra ela. 

segunda-feira, 29 de março de 2021

ELES DISSERAM E/OU CANTARAM

.
(29.03)


.Playing For Change:
"Sittin' On The Dock Of The
Bay" - (Otis Redding) ................................ Aqui.
................
.Playing For Change - Keb' Mo':
'Walking Blues' (Robert Johnson) ............ Aqui.



.Atila Iamarino:
Por que as mulheres são especiais
como os gatos ............................................ Aqui.
Você sabe como funciona 
a caneta azul? ............................................ Aqui.
................

.DCM Ao Meio Dia - Kiko Nogueira:
Bia Kicis, presidente da CCJ da Câmara,
incita motim da PM na Bahia ................... Aqui.

.Reinaldo Azevedo:
O É da Coisa ............................................... Aqui.

.Globalistas:
Ameaça intervencionista no Brasil ........... Aqui.

.Boa Noite 247:
Sobre mexidas na estrutura do Governo .. Aqui.

.Esquerdão News - Leo Stoppa:
Mais 'poodles' entregues à Esquerda ........ Aqui.

.Luis Nassif:
Bolsonaro prepara o contra-ataque
à democracia .............................................. Aqui.

.O Essencial:
Bolsonaro perde apoio da cúpula militar
com demissão de ministro da Defesa ........ Aqui.

.Paulo A Castro:
Lava Jato estava atrás dos amigos
de Gilmar Mendes ...................................... Aqui.
Defesa de Lula volta a acionar Gilmar 
contra decisão de Fachin ........................... Aqui.

FLAGRANTE POSITIVO DA SEMANA QUE PASSOU


Dum. 
................
O Diálogo Em Voga

"Certamente, diante da desmoralizante suspeição do senhor Moro, está ele desabilitado para voos mais altos...".

"Considerando o comportamento da mídia, notadamente Rede Globo, de oferecer  amplo espaço para o ex-juiz da Lava Jato mesmo após sua incontestável condenação junto à Segunda Turma do Supremo, franqueando-lhe a palavra sem qualquer contraponto, qualquer contraditório, eu, diante de sua afirmativa, me limito a dizer: Há Controvérsias, Amigo, Há Controvérsias!

DA SÉRIE DESASTRES EM SÉRIE


Éder.

...............
DICA DE LEITURA:


O Silêncio Dos Judeus Aliados De Bolsonaro Diante Dos Insultos Neonazistas 

Por Moisés Mendes (Para o Jornalistas Pela Democracia)

Judeus aliados ou simpatizantes de Bolsonaro deveriam pedir desculpas aos próprios judeus. Os judeus que são cortejados e acompanham os cortejos de pregadores de ideias neonazistas deveriam, há muito tempo, ter tornado público o arrependimento pelo engajamento à extrema direita neonazista brasileira.

Mas esses judeus preferem ficar quietos. O incômodo causado aos judeus alinhados com Bolsonaro, com os filhos dele e com seus subalternos neonazistas é relativo.

Os judeus cooptados pelo fascismo não fazem nada que contrarie Bolsonaro porque suas afinidades não são asseguradas por pretensas conexões com o judaísmo. As conexões são mais amplas.

Quando Bolsonaro foi a Israel, no início do governo, e encenou o teatro do apoio à transferência da embaixada brasileira de Tel-Aviv para Jerusalém (que nunca aconteceu), os judeus aliados de Bolsonaro entraram em êxtase. 

(...) 

Quando Filipe Martins, o assessor especial de Bolsonaro, faz um sinal neonazista com os dedos, ele não está mandando um recado apenas para os neonazistas. Manda o recado para o fascismo em geral, incluindo os judeus que estão incondicionalmente com Bolsonaro.

(...)

O gesto do neonazista Filipe Martins é uma mensagem de pichador atrevido: olha só o que estou fazendo aqui, ao vivo, bem atrás do presidente do Senado.

(Para continuar, clique Aqui).

ENQUANTO ISSO NO PAÍS FORA DA CURVA


J Bosco. 
................
.Bom Dia 247 (29.03) - Attuch / Reinaldo / PML / Solnik / Altman:
Segue a dança dos ministros: Ernesto na iminência .......... Aqui.

DO ISOLAMENTO COMPULSÓRIO


Dodô Vieira.

CANAL DE SUEZ, A ORIGEM


SamPaulo. (Nov. 1956).
................

Em 1956, em pleno período da Guerra Fria, o Canal de Suez foi o centro de uma crise mundial ao ser nacionalizado pelo presidente do Egito, Gamal Abdel Nasser.

Antes disso, era explorado por empresas da França e da Inglaterra, países parceiros de Israel, que reage declarando guerra ao Egito, por sua vez apoiado pela extinta União Soviética.

A ONU, então, cria a 'Força Internacional de Paz', composta por 10 países, entre os quais o Brasil, e tal Força se instala na Faixa de Gaza, criando uma zona neutra e estabelecendo a Linha de Demarcação de Armistício, exatamente a divisa física entre Egito e Israel. 

(Contingentes brasileiros foram enviados ao Oriente Médio entre 1956 e 1967).
....

É com abordagem acima que Maria Lúcia Sampaio - sobrinha do consagrado cartunista SamPaulo e titular do Blog de mesmo nome, por ela instituído para preservar a obra do tio - inicia a mostra de uma coletânea de charges (que preferimos chamar de cartuns - como hoje se demonstra pela atualidade da charge/Cartum acima) produzidas por SamPaulo naqueles tempos, a propósito do conflito. 

....
.1956: No Panamá, a nacionalização do Canal de Suez desencadeou nova onda de demandas contra o controle e a posse do canal interoceânico pelos Estados Unidos:


Clique
 Aqui para conferir o Blog Sampaulo.

domingo, 28 de março de 2021

ERNESTO ARAÚJO ESTÁ CONVICTO DA ADMINISTRAÇÃO EFICAZ DOS INTERESSES DO BRASIL NO EXTERIOR


Amarildo. 
................
"Simplesmente holocáustico."
"Simples assim."

ELES DISSERAM E/OU CANTARAM

.
(28.03)


.Trio Nossa Alma Canta:
'Samba de Verão' ...................................... Aqui.
................
.Gypsy Jazz - Hot Club Du Nax:
'Joseph Joseph' ......................................... Aqui.
................
.Jonny Hepbir Quintet:
'C'est Magnifique' ..................................... Aqui.


.Arte e Resistência - Jean Goldenbaum:
Um Papo Com José de Abreu ..................  Aqui.

.Bemvindo Sequeira:
Eu não sabia que havia tantos
malucos no Brasil ..................................... Aqui.

.DCM - Superlive de Domingo:
Como punir o ex-juiz Moro ...................... Aqui.

.Boa Noite 247:
Elite dá sinais de que 
cansou de Bolsonaro ................................ Aqui.

.Paulo A Castro:
Enquanto a direita se desespera... ........... Aqui.
Julgamento do dia 14 no Supremo
não afeta suspeição de Moro ................... Aqui.
Moro e Temer debatendo o combate
à corrupção. Ferrou! ................................ Aqui.

................
.Falcão
Na Rede Com Falcão (22) ........................ Aqui.

O BALÃO PASSADO


Miguel.
................
"Cartum de quando achávamos 
que o futuro seria mais promissor."
"De fato. Mas muitos achavam que
o mundo não contaria com Vacinas!"

DA SÉRIE 'RECORDAR É VIVER'

.
Foram anos de análises e reflexões sobre procedimentos do ex-juiz e seus doutos parceiros. De um lado, atitudes flagrantemente abusivas - como a  'condução coercitiva' do ex-presidente Lula, em março de 2016 (sem que antes tivesse sido ele intimado e se recusado a comparecer, exigência expressa da Lei), ou delações premiadas arrancadas a fórceps, em completo desacordo com lei específica sobre o instituto, como o dispositivo que impõe o oferecimento de provas que corroborem os atos delatados. De outro, uma, digamos, esperteza de origem, a comprometer toda a operação Lava Jato: o estabelecimento de um "Horizonte Temporal" para as investigações, cujo marco inicial era o início do governo Lula - o que mantinha intocados os atos que eventualmente fossem mencionados envolvendo governos passados, em especial o do antecessor de Lula, FHC. Exemplo do privilégio: O senhor Pedro Barusco, um dos dirigentes da Petrobras que o governo Lula teve de manter na corporação, entre outros, confessou que seus 'ganhos ilegais' tiveram início quando atuava como gerente de vendas internacionais da Petrobras, cargo para o qual houvera sido nomeado em 1996, por aí. Os tais atos não foram considerados, em razão do "Horizonte Temporal", que 'desconsiderava' FHC. 
Diante de tudo isso, era natural que alguns analistas isentos se limitassem a colecionar os episódios marcantes patrocinados pela Lava Jato - os quais o Intercept Brasil e a Operação Spoofing se incumbiram de denunciar e que de certa forma fortaleceram a decretação da suspeição do ex-juiz Moro pela Segunda Turma do Supremo. (Os procuradores, enquanto isso, se inquietam, como se vê Aqui). 
Mas, voltemos ao tema principal - em texto que remete ao passado:

              (
Juiz Furlan, ex-juiz Moro e Karnal)

Parceiro de Vinhos de Moro, ou 'Recordar é Viver'

Por Antônio Augusto

"Este bem-pensante, o professor midiático de História, gênero auto-ajuda, Leandro Karnal, disse, entre outras balelas, que "o socialismo, hoje, limita-se a alguns diretórios estudantis da área de Humanas". Gosta de aparecer.

Karnal postou esta foto há poucos anos quando o farsante golpista Sérgio Moro vivia, dia e noite, sob elogios no proscênio da mídia venal e golpista, Rede Globo à frente.

Os desmascaramentos sucessivos da Farsa-Jato, divulgação das conversas criminosas da máfia lava-jatista pelo "The Intercept Brasil", retiraram Moro de vez do pedestal. De maneira crescente as verdades da luta política se encarregaram de levá-lo à desmoralização irreversível.

O marreco é o juiz que grampeia escritório de advogado, prática abjeta para a qual a OAB recomenda cassação de carteira profissional.

Num atentado ao código processual penal legal, valeu tudo na sua atuação. Cúmplice da promotoria, fabricou acusação contra Lula, forjou falsos pretextos, apresentados como "provas" sem qualquer apoio factual.

Estrela da promotoria, Deltan Dallagnol, vulgo Branca-de Neve, o palestrante milionário de nove em cada dez corporações.

"LAWFARE" CONEXÃO USA

Não bastassem todos esse ilícitos criminosos de Moro, e dos comparsas (que ilícitos!), ainda se subordinaram a autoridades do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Tinham trânsito também na CIA e com seus agentes.

Pouco depois de assumir como ministro da Justiça de Bolsonaro, em março de 2019, Moro visitou a sede da CIA, na Virgínia. Recebeu deferências nessa notória organização terrorista, de presença desestabilizadora em todos os continentes.

Foi articulador de outro atentado à soberania nacional: o que levou a Petrobras a pagar indevidamente multa de 9 bilhões de dólares em tribunais americanos.

E queria transferir ilegalmente US$ 2 bilhões dessa fatura para sua vara judicial em Curitiba, intento não conseguido porque o assunto veio a público.

Moro negociou com autoridades judiciais americanas sem nenhuma competência ou autorização governamental.

Chegou a ponto de, juiz de primeira instância, grampear a presidenta da República, também obviamente sem autorização, à revelia do STF. Passou à Globo a fita, mesmo com decisão judicial proibitiva.

Não havia nada nas gravações contra Dilma e Lula, conversas de lisura transparente.

Mas as caras e bocas dos dois teleatores picaretas do "Jornal Nacional", William Bonner e Renata Vasconcelos, interpretaram o diálogo do "ela disse", "aí ele disse", como evidência da mais nefasta conspiração.

No "timing" do "script" golpista, Moro desempenhou papel-chave no impedimento à candidatura de Lula em 2018.

Tornou-se beneficiário desta violência antidemocrática, de trágicas consequências (por exemplo, as centenas de milhares de mortes evitáveis da epidemia). No governo Bolsonaro, virou ministro da Justiça, beneficiário direto da não-candidatura de Lula,

"JUSTIÇA QUE TARDA E... FALHA"

O STF, agora, tardiamente - embora menos mal que nunca -, diante de tantas ilegalidades, considerou nulos os processos contra Lula. Viciados, parciais; desrespeito perpetrado por Moro às regras mais elementares do Direito.

A "República de Curitiba", pela decisão do STF, caracterizada como tribunal de exceção.

Mostrou-se mais uma vez que "a justiça tarda... e falha". Ou Bolsonaro não continua na sua destruição diária do país? Quem ressuscitará os muitos mortos desnecessários da Covid-19, causados pelo desgoverno extremista? E o prejuízo de múltiplos atos impopulares, antidemocráticos, de lesa-Pátria, cometidos diariamente pelo genocida?

Os falsos justiceiros de Curitiba, "paladinos" seletivos da luta "contra a corrupção", seguiram, de maneira explícita e direta, o novo modelito de golpe de Estado patrocinado pela Casa Branca, baseado na perseguição judicial sistemática ("lawfare"), nas permanentes mentiras midiáticas, na atuação de notórios parlamentares corruptos (padrão pastor Eduardo Cunha), na conivência do alto comando militar, de setores privilegiados e repressivos do aparelho de Estado (como mostrou a atuação da Polícia Federal).

A Globo, golpista sempre, segue em defesa de Moro, mesmo depois da desmoralização da Lava-Jato, e da decisão do STF a respeito da nulidade dos processos contra o ex-presidente Lula. É verdade que não dá mais para a rede dos Marinho incensar dia e noite o farsante de Curitiba, mas mostra empenho em livrar a cara (-de-pau) dele. Maneira de continuar sua guerra contra o ex-presidente Lula, e qualquer ideia efetivamente progressista.

Karnal e Moro têm mais coisas em comum além de vinhos no mesmo jantar: uma óbvia, o gosto de aparecer.

Pode ser que Karnal venha a obter, como Moro, favores da Globo, Discutíveis, mas para quem gosta de holofotes, é a glória.

Talvez Karnal acabe no "Big Brother Brazil" da Globo.

Um novo perfil para "renovar" o BBB, "marketing" da lei da selva capitalista, todos agindo sordidamente contra todos: Karnal encarnaria a personagem "cult" na renovação do "reality show".

O Sansão careca da História midiática para as multidões no "padrão Globo de produção".  -   (Fonte: Boletim Carta MaiorAqui).

O BALÃO


Fred. 
................
.Bom Dia 247 (28.03) - Attuch / Vianna / Florestan:
Principais notícias da semana .......................................... Aqui.

ENQUANTO ISSO NO SÉCULO XV...


Oscar.
................
."Média de óbitos: 2.548".
."3.368 mortos... num sábado!
."Vamos dar apoio ao Queiroga."
."Concordo. E também às vacinas!"

DANTE ALIGHIERI PODE TER JUSTIÇA, 700 ANOS APÓS MORTE

.
"...a revisão judicial é um forte gesto simbólico, destinado a apagar a infâmia que paradoxalmente pesa sobre Dante desde o século XIV. Considerado o pai da língua italiana, festejado em universidades e enciclopédias de todo o mundo por uma das maiores obras da literatura, em sua cidade ainda é um homem condenado."

             
 (Dante Alighieri - Por Domenico Michelino - 1465)

Da AFP (De Florença)

Obra-prima da literatura mundial, "A Divina Comédia" de Dante Alighieri foi escrita no exílio pelo poeta italiano após ser condenado em um julgamento injusto, que os juristas se preparam para revisar sete séculos após sua morte.

O "Poeta Supremo", como costuma ser chamado, teve que ir para o exílio e deixar Florença em janeiro de 1302 após um confronto sangrento entre duas facções rivais: os "Brancos", que exigiam que os poderes do papa fossem limitados e do qual Dante era membro, e os "Negros", dispostos a aceitar a influência do papa nos assuntos da cidade.

"Nosso objetivo é determinar, à luz dos novos documentos descobertos, se as sentenças podem ser revistas ou, melhor ainda, anuladas", explicou à AFP o advogado criminal Alessandro Traversi.

O advogado convidou um grupo de colegas e magistrados a reconsiderar o caso de Dante Alighieri durante uma conferência marcada para 21 de maio.

Os convidados incluem o conde Sperello di Serego Alighieri, um astrônomo descendente em linha direta de Dante, assim como um descendente de Cante de Gabrielli, o juiz "Negro" que o baniu de Florença, sua cidade natal.

Ao contrário de seus ancestrais ilustres, os dois homens são amigos.

"Acho interessante rever este caso", confessa Antoine de Gabrielli, que alerta que não pretende alegar, como seu ancestral, a culpa de Dante. "Não vou lutar por isso", assegura o francês.

Para Traversi, a revisão judicial é um forte gesto simbólico, destinado a apagar a infâmia que paradoxalmente pesa sobre Dante desde o século XIV.

Considerado o pai da língua italiana, festejado em universidades e enciclopédias de todo o mundo por uma das maiores obras da literatura, em sua cidade "ainda é um homem condenado".

Condenado à Fogueira

Homem de letras, Dante esteve muito envolvido na vida política de Florença. Em 1300, foi eleito prior, um dos nove membros do governo local, por um período de dois meses. Esse cargo de prestígio foi a causa de seu infortúnio.

Quando os "Negros" recuperaram o controle de Florença em 1301 com a ajuda de Charles de Valois, irmão do rei da França Filipe, o Belo, e o apoio do papa Bonifácio VIII, Dante e os outros priores "Brancos" foram julgados à revelia, já que tiveram que deixar a cidade.

Em janeiro de 1302, Cante de Gabrielli os considerou culpados de corrupção e apropriação indébita, anunciou prazo de três dias para o pagamento de uma pesada multa, proibiu-os de qualquer cargo público e ordenou o confisco de seus bens.

Em março do mesmo ano, Cante de Gabrielli condenou Dante e seus colegas à fogueira se tentassem retornar a Florença. Em 1315, depois que Dante e seus filhos rejeitaram a anistia proposta, outro juiz o sentenciou à decapitação.

O poeta sobreviveu, vagando de uma cidade para outra. Pouco se sabe de sua vida privada, mas ele teria se dedicado a escrever "A Divina Comédia" até o ano de sua morte, em 1321.

O exílio é um dos temas centrais desta obra monumental, um épico alegórico em tercetos, com o qual o autor faz um ajuste de contas: por exemplo, encontra um lugar no inferno para seus inimigos, incluindo Bonifácio VIII.

Julgamento Político

Todos os especialistas reconhecem que Dante foi vítima de juízes tendenciosos, embora Alessandro Barbero, o medievalista mais famoso da Itália, tenha lançado recentemente a ideia de que o poeta possa ter sido condenado por abuso de poder.

Dante não era corrupto, mas "não é impossível" que usasse seu poder para favorecer seus aliados políticos, diz Barbero em uma biografia.

Alessandro Traversi espera esclarecer esse ponto e finalmente exonerar o gênio florentino. Margherita Cassano, magistrada do Tribunal de Cassação, a principal autoridade judicial da Itália, redigirá um relatório final após a conferência e a ata será publicada em livro.

Para Serego Alighieri - que não só herdou o sobrenome do antepassado, mas também o famoso nariz aquilino, traço de família - a iniciativa é louvável, mas tardia.

"Dante foi condenado, teve que ir para o exílio e passou o resto de sua vida no exílio, ele nunca mais voltou para Florença", lamentou em entrevista à AFP.

"O que quer que façamos por ele [agora], não mudará isso", acrescentou.

A conferência é um dos muitos eventos que ocorrem este ano na Itália para marcar o 700º aniversário da morte de Dante, embora muitos deles tenham sido afetados pelas restrições ligadas à pandemia do coronavírus.  -  (Fonte: Folha/UOL  -  Aqui).